quinta-feira, 20 de outubro de 2011

"A" Quiche

Esta é sem dúvida “A” quiche! Este é provavelmente o prato que aprendi a fazer sozinha, primeiro, e é aquele pelo qual primeiro fiquei conhecida: quando havia um lanche, uma festa, uma saída era a “minha” quiche que eu fazia para levar!
Aprendi com a mãe de uma amiga minha, que a fazia muitas vezes para os nossos almoços ou jantares! Quando o fazia, naquela altura, fazia a massa e tudo… Desta vez fui um bocadinho mais preguiçosa e a massa é massa quebrada de compra! Também fiz algumas alterações à receita que sei de cor, mas de qualquer forma saiu muito bem e muito parecida com a outra…


Esta foi feita para estar preparada para um jantar que eu sabia que íamos chegar tarde e com fome. Fomos fazer uma visita guiada pelo Centro de Recuperação do Lobo Ibérico, e a hora boa para ver os lobos é ao amanhecer e ao entardecer! A visita começou às 19h e terminou perto das 21h. e  conseguimos ver alguns lobos! São realmente uns animais magníficos! Se puderem vão visitar, porque o trabalho lá desenvolvido é muito importante para a preservação desta espécie ainda tão incompreendida!
Não ponho fotos minhas porque não estão nada de jeito, mas deixo ligação para o site deles, onde podem ver algumas fotos dos lobos fantásticos que lá estão e todas as informações relativas às visitas e ao CRLI.
Quando chegámos a casa foi só fazer uma salada de cenoura ralada e comer! Soube muito bem mesmo!
Ingredientes:
1 base de massa quebrada
6 fatias de queijo “Gouda”
6 fatia de fiambre
3 ovos
2 iogurtes naturais (sem açúcar)
Sal, pimenta e noz-moscada
Preparação:
Forrei a forma da tarte com a base de massa folhada (em cima do papel vegetal que a base traz, para evitar mais manteiga a untar). Por cima pus as fatias do queijo e de seguida as fatias de fiambre (eu ponho inteiras). Numa tigela bati os ovos muito bem, juntei os iogurtes, bati bem até fazer um creme espesso, temperei com sal, pimenta e noz-moscada e levei ao forno a 180ºC cerca de 35min.
Servi fria com salada de cenoura ralada.
Nota: pode-se substituir os iogurtes por 200ml de natas.




11 comentários:

  1. Olha que linda e sabe sempre bem fria ou quente, eu tenho feito algumas vezes quando quero um jantar mais levezinho

    beijokas!

    ResponderExcluir
  2. Olá Viciante;

    gostei muito da tua quiche e vou levar a receita para experimentar:)

    Mas que belo passeio!

    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderExcluir
  3. Ficou linda essa quiche... Acompanhada por uma saladinha, bem podia ser o meu almocinho : )

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Hmmmm tenho de provar "A" quiche...! Está com um aspecto delicioso!

    O lobo é um animal lindo e um pouco esquecido e desprezado...é bom haver iniciativas de preservação pois senão podem mesmo desaparecer.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    A minha quiche pode ter ficado boa, mas tua não se fica atrás.
    Beijinhos grandes

    ResponderExcluir
  6. Vim retribuir a visita ao meu"cantinho".
    Não conhecia o blog, mas já sou seguidora:)
    Bjs...

    ResponderExcluir
  7. O que eu gosto de uma boa quiche!! Esta promete!!

    Quanto aos lobos é imperdoável nunca ter visitado... afinal nem sequer estou muito longe!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. penso que toda a gente tem um prato que é conhecida por fazer. No meu caso acho qu é a bola de carne. é que normalmente me pedem para fazer quando há um encontro ...
    Que belo serão com bonus de ver alguns lobos... upa que sorte
    bom fim de semana
    Paula

    ResponderExcluir
  9. amo quiche!

    http://deliciasdaisa.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

É sempre bem vindo quem vier por bem.

Bjs